Plataforma Digital FTD Trilhas

Nova Plataforma para 2019.

Plataforma Árvore de Livros

Transformamos Alunos em Leitores.

Laboratório de Matemática

Laboratório de Matemática totalmente reformulado para os alunos, mais um diferencial Colégio Perpétuo Socorro.

Laboratório de Ciências

Inovando para um Aprendizado com Excelência.

segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Folder Informativo Matrículas Abertas 2019




MATRÍCULAS PARA 2019

A partir do dia 19 de novembro de 2018, estará aberto o processo de matrículas.

ALUNOS NOVOS
1ªEtapa: ENTREVISTA
a)Agendamento, na secretaria, por telefone ou pessoalmente;
b)Efetivação da mesma pela equipe da coordenação pedagógica;
c)Encaminhamento da coordenação para inscrição e confirmação de matrícula.
2ªEtapa: INSCRIÇÃO
a) Realizada na secretaria da Escola com a entrega do protocolo da entrevista e encaminhamento do pedido de documentos para a matrícula;
3ªEtapa: MATRÍCULA
a) Apresentação de todos os documentos solicitados;
b) Assinatura do Contrato de Prestação de Serviços;
c) Pagamento da 1ª parcela de 2019.
Nota: Em caso de desistência da vaga, o responsável financeiro deverá solicitar o cancelamento, mediante o preenchimento de protocolo, na secretaria da escola.
As mensalidades são devidas até a data de cancelamento, não havendo isenção ou devolução de valores.
 Observamos, ainda, que o não cancelamento, abandono ou desistência da vaga não isentam os valores de mensalidades contratados.
Cancelamentos solicitados,terão a isenção  a partir do mês subsequente ao pedido de cancelamento.

VALORES PARA 2019
   Educação Infantil: - Créche l, ll e lll - R$ 475,80 mensais.
                                   - Pré Nível l e ll - R$ 580,40 mensais.
   Ensino Fundamental 1° ao 9° Ano: R$ 599,85 mensais.
   Informamos que o valor anual é dividido em 12 parcelas, sendo a primeira parcela referente a janeiro 
   2019 com pagamento no ato da matrícula, as demais sempre com vencimento dia 10 de cada mês.

INÍCIO DAS AULAS
Educação Infantil
Entrevistas com pais – Dias 11 e 12/02/19
13/02/2019 - Início das aulas da Educação Infantil

Ensino Fundamental
11/02/2019 - Início das aulas do Ensino Fundamental

UNIFORME ESCOLAR
É obrigatório o uso do uniforme completo, em sala de aula e em qualquer atividade, nas dependências da Escola, em todos os dias da semana.
Camiseta branca ou vermelha, casaco preto ou branco, todos com emblema da Escola; Calça ou bermuda (não shorts) preta do uniforme.

ACSC – Colégio Nossa Senhora do Perpétuo Socorro
SÃO GABRIEL – RIO GRANDE DO SUL
Rua Barão do Cambai, 644 – Centro
Fone (55) 3232-1057






segunda-feira, 5 de março de 2018

Cartaz, Hino e Oração da Campanha da Fraternidade 2018



Cartaz da Campanha da Fraternidade 2018.


 Hino da Campanha da Fraternidade 2018.



 Oração da Campanha da Fraternidade 2018.




Resumo do texto - base da Campanha da Fraternidade 2018:



quarta-feira, 22 de março de 2017

Homenagem a Cidade de São Gabriel - RS






Vídeo do Colégio Nossa Senhora do Perpétuo Socorro em Homenagem aos 171 anos da Cidade de São Gabriel - RS


A IDENTIDADE CATÓLICA DO COLÉGIO NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO – SÃO GABRIEL


Segue abaixo texto escrito pela Diretora do Colégio Nossa Senhora do Perpétuo Socorro Irmã Ágata Biesdorf para o Jornal do SINPOL-RS (Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do Rio Grande do Sul), sobre a Identidade Católica do Colégio.

terça-feira, 7 de março de 2017

Hino Campanha da Fraternidade 2017



quarta-feira, 16 de março de 2016

Internet - Os Perigos da Exposição Excessiva



DICAS AOS PAIS:
O direito e as próprias leis não resolvem, por si sós, o problema, dado o poder de disseminação da internet. Assim, evitar é a melhor solução sempre.

Participem da vida digital de seus filhos. Falem com suas meninas sobre o valor da intimidade e ensinem seus meninos a respeitar a privacidade do outro, sobretudo das mulheres.

Acompanhem a interatividade de seus filhos nas redes sociais e em jogos online, observando as novas amizades e demais comportamentos.

Alertem-nos (mostrando casos reais mesmo) quanto aos perigos a que estão expostos no universo digital e como preveni-los.

Realizem a configuração de privacidade junto com o jovem e conversem sobre o valor da privacidade para o hoje e o futuro.

Mantenham um elo de confiança com seus filhos, de forma que eles se sintam à vontade para procurá-los, em caso de necessidade.

DICAS PARA OS JOVENS:
Resistam à tentação e não disponibilizem na internet tantas informações/dados pessoais.

Não deixem suas senhas gravadas e cliquem em SAIR quando terminarem de usar um dispositivo eletrônico.

Mantenham a webcam desligada e somente a abram para conhecidos.

Nunca, jamais e sob qualquer hipótese, permitam-se ser fotografados ou filmados em trajes e/ou situações íntimas. Sempre considerem a hipótese de aquele conteúdo vazar.

Jamais cedam a chantagens, seja qual for a ameaça. Procurem ajuda!

Seja qual for a situação, preservem as provas (da exposição ou chantagem), denunciem ao site para que retire o conteúdo do ar (se for o caso) e façam boletim de ocorrência, de preferência em uma delegacia especializada em crimes digitais, e, em seguida, bloqueiem o contato inconveniente de suas redes e canais de comunicação. Por fim, não tenham medo e busquem ajuda de um adulto de sua confiança: seus pais, um tio, uma tia, professora, diretor da escola, a mãe de uma amiga. Se preferirem, recorram ao Helpline (new.safernet.org.br/helpline), onde serão atendidos, gratuitamente, por um psicólogo, com respeito, anonimato e estrito sigilo sobre tudo o que for dito.

Há também a alternativa de denunciar crimes contra os direitos humanos no site www.humanizaredes.gov.br, uma iniciativa do governo federal que visa a garantir aos usuários brasileiros, priorizando crianças e adolescentes, uma internet livre de violações de seus direitos.

Para denunciar crimes contra os direitos humanos cometidos na internet, dentre eles, pornografia infantil, crimes de ódio, genocídio e tráfico de pessoas, acessem o site denuncia.pf.gov.br, mandem um e-mail para denuncia.ddh@dpf.gov.br ou procurem a delegacia de polícia mais próxima.

É possível, ainda, denunciar por meio do site da Câmara dos Deputados, Senado Federal, Secretaria de Direitos Humanos, Ministérios Públicos Federal e Estaduais e também pelo site www.safernet.org.br.

Para denunciar, não é preciso se identificar, contudo o fato de se optar por uma denúncia anônima não retira a obrigatoriedade de dizer apenas a verdade. Isso porque atribuir falsamente a alguém a responsabilidade pela prática de um crime, com a intenção apenas de prejudicá-lo, pode ser tipificado como crime de calúnia, para o qual é prevista a pena de detenção de seis meses a dois anos, além de multa.

O Disque 100, serviço de atendimento telefônico gratuito, funciona 24 horas por dia, nos sete dias da semana. As denúncias recebidas na Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos e no Disque 100 são analisadas, tratadas e encaminhadas aos órgãos responsáveis.


PROFESSORES:
Lembrem-se de que são exemplos e importante referência na vida de seus alunos.

Promovam campanhas e atividades interativas que os façam compreender o valor da privacidade, do amor próprio e da reputação.

Ensinem a seus alunos que a moda passa, mas o que foi postado na internet fica.

Buscando informação, agindo com consciência e ética e tomando os devidos cuidados, a interação via internet pode ser segura e saudável para todos.

Texto retirado da Revista Linha Direta escrito por Alessandra Borelli
 Advogada e Diretora - Executiva da Nethics - Educação Digital.

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

VOLTA ÀS AULAS 2016 - ANEC




Prezados irmãos e irmãs,

Ao saudar a direção, o corpo docente, os estudantes e os funcionários das escolas e universidades gaúchas, desejamos que o ano letivo de 2016 seja marcado pelo Jubileu da Misericórdia, pois diariamente vocês participam de uma importante obra de misericórdia: educar; conduzir homens e mulheres à verdade.

Renovemos, então, nosso compromisso e missão, mesmo diante dos desafios dos diversos contextos. Sabemos que historicamente a educação esteve fortemente vinculada ao conhecimento aliado à experiência. Quando ocorreu a separação entre o saber e o viver, todos perdemos. Educar, hoje, é buscar a religação dos saberes, é integrar o que está fragmentado, é humanizar uma sociedade que avança em todos os âmbitos, entretanto, clama pelo sentido último da existência.

Nossas instituições educativas, consolidadas pela tradição católica, têm uma confiabilidade que fortalece nossa prática: pensar, viver e crer não se opõem. Diante do mundo plural e secularizado, somos convidados a promover a cultura da proximidade e do encontro. O exemplo do Papa Francisco nos instiga para estabelecermos relações humanas menos verticais e mais cuidadoras. Que sejamos capazes de trilhar caminhos que nos possibilitem ser bem informados, mas não menos solidários, éticos e abertos à transcendência.

A valorização do diálogo, do amor e do respeito à pessoa humana são aspectos originais, embora não exclusivos, da prática educativa cristã. Que tudo o que somos e fazemos em nossas escolas e universidades, favoreça a construção de uma sociedade que promova a dignidade de toda pessoa humana, especialmente dos mais necessitados. Nada nos separe da estrada indicada por Jesus Cristo: “luz que ilumina todo ser humano que vem a este mundo” (Jo 1,9). Ele estará conosco a exortar: “Ide e ensinai!” (Mt 28,19s).

Que o ano de 2016 seja abençoado pela Virgem Maria, Mater Misericordiae!
Recebam nossa bênção e abraço fraterno.

Prof. Dr. Irmão Paulo Fossatti, FSC
Reitor do Cento Universitário La Salle
Diretor Presidente da ANEC

Dom Leomar Brustolin
Bispo Auxiliar de Porto Alegre
Referencial para Cultura e Educação
da CNBB Regional Sul 3